sutia

Como criar o sutiã perfeito

15 janeiro, 2019


5 min (tempo estimado de leitura)

Indispensável no guarda-roupa feminino, o sutiã requer um cuidado extra na hora de ser produzido. A peça íntima, caso confeccionada de forma inadequada, pode incomodar: é aro que atravessa o tecido e fere a pele, alças que não param no lugar ou não dão sustentação adequada e bojos rígidos, que marcam a roupa e machucam.

Para que o sutiã seja confortável é preciso ficar atento a alguns cuidados. Quer saber quais são? Confira abaixo:

Tabela de medidas

O primeiro cuidado na hora de confeccionar um sutiã é com as medidas da peça. Muitas marcas trabalham com tamanhos padrões entre a largura das costas e o volume do busto, porém não levam em consideração a diferença entre os biotipos femininos. Muitas mulheres acabam prejudicadas por não encontrarem a peça ideal para o seu corpo, já que muitas possuem as costas maiores em relação aos seios, ou vice-versa, sendo um detalhe importante para ser explorado.

sutia-2

Para calcular o tamanho da peça, é necessário medir o tamanho das costas, na altura logo abaixo do busto, e a circunferência total dos seios. Esses números serão importantes também para definir os tipos de taças ou bojos.

Modelos

Se você é um fabricante de sutiã, precisa conhecer, além da tabela de medidas, quais os modelos de sutiãs que podem ser confeccionados. A seguir, você vai ver a lista dos mais comuns disponíveis no mercado e quais os artigos da Zanotti que podem ser usados na fabricação.

Clássico: o bojo desse modelo é triangular e o material da taça é mais fino. Pode ter enchimento ou aro. Para uma peça estilosa, a renda Safira 34 pode ser aplicada para arrematar a underwear.

Meia taça: o bojo cobre apenas ¾ dos seios, e deve ter aros que auxiliem a sustentação. O viés Taquara 10 pode ser aplicado na curvatura da passagem do ferrinho, para evitar que ele fure o tecido e incomode.

Tomara que caia: esse modelo é projetado de forma a promover a sustentação do busto sem a ajuda das alças. Para seios maiores, é interessante acrescentar barbatanas nas laterais, para reforçá-lo.

sutia-3

Bralette: semelhante a um top, ele pode ser simples, liso, ou produzido de forma mais elaborada, com aplicações e tecidos como a renda Gabriela 18.

Nadador: as costas são em formato de Y, e o fecho pode ser aplicado na frente, para facilitar o vestir. O bojo pode ser com ou sem enchimento.

sutia-4

Tecido

Depois de definir o modelo e tamanho da peça, é hora de escolher qual o tecido do sutiã. Para fabricar uma peça de alta qualidade, o primeiro passo é escolher um tecido com boa durabilidade e um caimento que se adeque ao formato do busto. A composição das malhas é feita por fibras naturais ou sintéticas, que possuem características diversas.

Fibras de algodão

Fibras de alta absorção de umidade, que se originam de sementes e possuem grande capacidade de tingimento.

Fibras de poliéster

Fibras sintéticas de alta resistência e toque agradável. Proporcionam rápida secagem e podem oferecer aspecto opaco ou brilhante. A resistência das cores do poliéster também oferece grande durabilidade ao material.

Fibras de poliamida

Fibras sintéticas de alto conforto, boa resistência à tração e ao rasgo, e boa elasticidade. Oferecem muitas cores e possuem boa absorção de umidade, sendo consideradas a melhor entre todas as fibras sintéticas.

Fibras de elastano

Fibras sintéticas de alta elasticidade e memória, isto é, podem ser deformadas diversas vezes que voltam à sua forma original, garantindo conforto e bom desempenho. Podem aumentar até cinco vezes seu tamanho original sem se romper.

Para escolher os demais materiais que irão compor a peça, fique atento: opte por rendas e fitas elásticas delicadas, mas robustas, que não friccionem desnecessariamente.

As alças devem obedecer à finalidade e ao biotipo da consumidora: tamanhos grandes devem ter alças reforçadas, que promovam melhor sustentação, porém sejam macias e resistentes.

Conheça as 3 alças coringas para criar sutiãs versáteis

Um dos pontos mais importantes na hora de confeccionar é a base do sutiã: elas são responsáveis por 90% da sustentação dos seios e, bem-feitas, disfarçam possíveis gordurinhas na parte das costas e distribuir a pressão sem marcar.

Confira as bases da Zanotti para sustentação reforçada

Pronto! Depois dessas dicas você fará o sutiã perfeito! Caso queira receber mais conteúdos e novidades, envie uma mensagem para nosso Whats App.

 


Deixe um comentário