Coloração pessoal

Coloração pessoal: um método de destaque para sua marca

19 fevereiro, 2021


6 min (tempo estimado de leitura)

Você sabe quais são as vantagens de fazer um estudo de coloração pessoal e usá-la a favor da sua marca na hora das criações? Clique e saiba agora!

Os estudos das cores iniciaram no século passado, quando Itten, Dorr, Munsell e Chevreul criaram suas próprias teorias a respeito dos tons de cores. A coloração pessoal, que até então não era conhecida, teve seu primeiro estudo realizado em meados de 1940, por Suzanne Caygill.

A análise de coloração pessoal é imprescindível para quem busca harmonização para seu corpo como um todo. Ela se baseia em descobrir qual é a melhor paleta de cores de acordo com o tom da pele, a cor dos olhos e a cor do cabelo da pessoa. 

E o que isso tem a ver com a confecção de roupas? Tudo! Afinal, entendendo desse assunto fica muito mais fácil saber quais cores ficam melhores quando combinadas. Por isso, neste conteúdo você vai encontrar vários insights sobre como usar a coloração pessoal para facilitar as suas criações!

Invista em coleções específicas para cada cartela de cores

As cartelas se dividem entre as estações do ano: outono, inverno, primavera e verão. Dentro destas divisões, ainda há outras três categorias: intensa, quente e clara. Ou seja, verão intenso, verão quente e verão claro, por exemplo.

Essas divisões facilitam na hora de escolher tons que combinam entre si e quais não. Isso porque, para cada cartela de cor, há uma pessoa que combina com ela. Ou seja, as cores precisam estar harmonizadas para ficarem bem para essa pessoa. 

Um exemplo prático: digamos que a cartela utilizada será a outono profundo. Nesta tabela, uma cor bacana de ser trabalhada é o bege. Para os detalhes, supomos que você escolha a cor rosa. Essa cor, para esta paleta, é uma cor que não combina, ela é considerada uma cor “não indicada” neste conjunto. 

E o que isso quer dizer? É bem provável que essa peça não terá uma boa vazão no mercado, porque não é o que a pessoa dessa cartela está esperando, ou então porque essas cores não combinam entre si. 

Separando as criações de acordo com cada paleta, é possível fazer as melhores combinações para cada uma delas. Além disso, é muito mais provável que as criações fiquem mais alinhadas com a necessidade do seu público-alvo.

Para saber quais são as cartelas de cores existentes, bem como quais são as características das pessoas que fazem parte desse grupo, desenvolvemos algumas imagens para ilustrar melhor! Veja:

Coloração pessoal da paleta primavera

coloração pessoal coloração pessoal coloração pessoal

Coloração pessoal da paleta outono

Coloração pessoal Coloração pessoal Coloração pessoal

Coloração pessoal da paleta verão

Coloração pessoal Coloração pessoal Coloração pessoal

Coloração pessoal da paleta inverno

Coloração pessoal Coloração pessoal Coloração pessoal

Crie peças que combinam entre si

A análise de cores é também muito importante para realizar a combinação das peças. Anteriormente, falamos sobre a combinação entre a cor principal e a cor dos detalhes, por exemplo.

Neste tópico, a nossa dica é que você busque criar peças que, além de combinar as cores, sejam peças que combinam entre si. Por exemplo, é possível criar um look inteiro com uma paleta de cores. No entanto, não dê ênfase somente na cor em si, mas também no corte, no caimento, para que fique realmente uma combinação.

Os conjuntos estão super em alta nesse outono/inverno, assim como as peças sleepwear. Tendo esta informação em mãos, busque unir essas tendências de mais de uma peça com cada uma das paletas de cores da coloração pessoal.

Aposte na venda consultiva

A venda, há alguns anos, já não acontece mais da mesma forma. Comprar de forma forçada/empurrada, já não faz mais parte do perfil do consumidor. Muito pelo contrário, os consumidores preferem se auto atenderem ou então, terem a sua disposição uma consultoria.

Ou seja, ajudar o seu público a saber qual peça combina com ele ou melhor, que foi feita pensando nele, é muito importante. Você pode ajudar o seu cliente através das redes sociais, com posts educativos e ilustrativos.

Leia também nosso e-book: Venda consultiva para o setor têxtil

Divulgue através de conteúdos

A internet está cada vez mais presente no nosso dia a dia, logo, é comum que as redes sociais tomem uma parcela de tempo do nosso dia. Por isso, é imprescindível que você esteja nelas.

Divulgar seus produtos de maneira consultiva traz muitos benefícios, assim como pode aumentar o seu retorno em vendas. Portanto, inclua o tema da coloração pessoal nos seus conteúdos online. 

Não foque apenas no seu produto, traga dicas de como usar, das combinações, de como definir a sua coloração, entre outros temas. E sim, você pode e deve falar/mostrar o seu produto, entretanto, de maneira breve e sutil, que seja interessante para o seu público, que o ajude com seu problema.

Afinal, como mencionamos no tópico anterior, ninguém compra de maneira empurrada. Então, una o útil ao agradável e mostre o seu produto de modo inteligente e estratégico.

 

Gostou deste conteúdo e quer saber mais sobre a combinação de cores na moda íntima? Clique aqui e acesse nosso material gratuitamente!


Deixe um comentário