Como armazenar elásticos, tecidos e fios de forma correta

15 abril, 2020


5 min (tempo estimado de leitura)

Alguns cuidados com armazenamento são essenciais para manter a qualidade desses produtos. Confira o post!

Elásticos, tecidos e fios são materiais que necessitam de cuidados especiais para que tenham uma vida útil maior, evitando que sua empresa tenha prejuízos financeiros. Para tanto, é fundamental ter alguns cuidados, tanto na hora de armazenar esses materiais quanto na hora de utilizá-los na produção. 

Continue a leitura e veja alguns cuidados necessários que devem ser adotadas para preservar a qualidade e aumentar a vida útil de elásticos, tecidos e fios!

Como preservar elásticos, tecidos e fios

Em sua maioria, os elásticos, tecidos e fios – principalmente os artigos em algodão e seda – podem ter sua qualidade bastante afetada no período em que ficam estocados, por isso há cuidados com armazenamento que são primordiais para evitar prejuízos com suas mercadorias.

Cuidados simples, como armazenar cones e carretéis na vertical, evitam deformidades na embalagem e também no produto, por exemplo. 

Mas antes de tudo, você deve escolher fornecedores confiáveis que já tenham cuidados especiais no processo de produção desses materiais. A Zanotti, por exemplo, possui um rígido controle da temperatura e umidade do ar onde os elásticos são produzidos, a fim de evitar problemas que afetam a qualidade dos produtos. 

Uma inimiga silenciosa: a umidade

Falando sobre a umidade, o excesso dela em um ambiente facilita a proliferação de microrganismos que são responsáveis por formar bolor (o popular mofo). Esses fungos se alimentam das fibras e provocam alterações na aparência e nas cores dos elásticos, tecidos e fios em geral.

DICA: O uso de desumidificadores, por exemplo, pode ser uma opção para prevenir a proliferação de microrganismos e evitar prejuízos com a perda de produtos.

Atualmente, existem no mercado, desumidificadores com capacidade para atuar em ambientes de até 25.000 m³ e que podem ser utilizados tanto no ambiente de produção quanto no local de armazenagem dos produtos. Com o uso desses equipamentos, o controle da umidade do ar é contínuo e, assim que essa umidade atingir o nível desejado, o desumidificador desliga e volta a entrar em operação quando necessário.

Danos causados pelo luz excessiva e o calor

Uma forma de evitar problemas, é manter sob controle a temperatura e iluminação do local que vai receber os materiais. O calor em excesso, por exemplo, pode danificar as fitas elásticas causando deformidades e ondulações. 

Fios de costura, elásticos e tecidos também precisam ficar abrigados da luz, para não perderem a cor por causa da iluminação. Encontre um lugar que ofereça esse tipo de proteção, evitando a descoloração. 

DICA: Controle a temperatura do ambiente para que esta não fique muito elevada. Caso você não tenha um local específico para proteger esses materiais da luz, coloque um tecido mais grosso por cima desses produtos de modo que fique como uma capa protetora. 

Problemas ocasionados devido à poeira

“Se pegar poeira é só chacoalhar e pronto!” Huum, nem sempre! A poeira pode ser uma grande vilã no seu processo produtivo. Além de dar um aspecto sujo, a poeira geralmente ocasiona incomodações, principalmente com os fios que costumam travar e arrebentar nas máquinas de costura por causa disso. Essa sujeira com o tempo costuma formar pequenas “bolinhas” que vão fechando os orifícios das máquinas, causando dores de cabeça na certa, afinal, quem gosta de perder tempo passando o fio na máquina?

DICA: Armazene os fios e elásticos na embalagem de fábrica para impedir o acúmulo de poeira e sujeira nesses produtos. Retire somente quando for utilizá-los. No caso dos fios de costura, quando eles já estão posicionados na máquina, um saquinho de plástico ao redor deles enquanto você costura, também os protege da poeira do ambiente. 

Como vimos, o controle dos locais de produção e armazenagem de produtos como elásticos, tecidos e fios é indispensável para manter a sua qualidade e preservar sua vida útil, evitando perdas e prejuízos financeiros.

Se você trabalha com a produção ou venda de lingeries e moda íntima em geral, também deve ficar atento a essas questões. Adote os cuidados citados nesse conteúdo, garanta a qualidade e o correto prazo de validade dos seus produtos. Assim, você poderá evitar perdas e prejuízos financeiros no seu negócio!

Aproveite que está aqui e confira outros artigos em nosso blog:


Deixe um comentário