fichas-técnicas-na-confecção

A importância das fichas técnicas na confecção

25 junho, 2019


4 min (tempo estimado de leitura)

Você sabe o que é uma ficha técnica? Esse documento é muito importante para o desenvolvimento de uma coleção de moda. Ele descreve todas as etapas que envolvem a elaboração de uma peça, organizando em apenas um local informações essenciais como o tipo de tecido e aviamentos e os croquis e desenhos técnicos, além de incluir as referências de design.

fichas-técnicas-na-confecção-2

Se você ainda não usa fichas técnicas na sua confecção, prepare-se para descobrir como elas podem ajudar seu processo produtivo e até mesmo de criação. Continue lendo!

Baixe aqui o modelo de ficha técnica da Zanotti.

Os benefícios da ficha técnica

Um verdadeiro caos! É quase impossível imaginar uma confecção funcionando de forma ordenada sem utilizar as fichas técnicas para orientar a produção das peças. Além de impor ordem e levar as informações necessárias para o responsável por cada etapa da confecção, ela atua como um instrumento de identificação do pré-custo de cada peça, determinando se vale ou não fabricar o modelo em larga escala.

Confira abaixo os principais benefícios da ficha técnica de produto:

–  Documentar todo o processo de desenvolvimento
– Comunicar de forma eficaz o conceito criado pelo designer para o restante da cadeia    de produção
– Permitir o acompanhamento de cada etapa do processo, da criação à aprovação
– Pré-determinar os custos da peça
– Evitar a compra de matéria-prima errada ou excedente, evitando prejuízos
– Aumentar a agilidade e a entrega dos resultados.

Como preencher uma ficha técnica

Os campos de preenchimento dos modelos de ficha técnica podem variar. Por isso, é bem importante que cada empresa adapte seu modelo de ficha de acordo com as suas necessidades, decidindo quais são as informações mais relevantes e essenciais. Um modelo padrão de ficha técnica contém as seguintes informações

1 – Cabeçalho com nome da empresa, a coleção, nome da peça e sua referência, a data e uma breve descrição do produto.
2 –  A seguir, deve ser incluso o modelo técnico do molde, com os desenhos de frente, costas, laterais e até mesmo os detalhes em tamanho maior. Quanto mais informação, menor a chance de erros e mais fácil fica o trabalho das costureiras e modelistas.
3 – Agora, é a hora de incluir os dados de toda a matéria-prima que irá compor a peça, como tipos de tecido e sua composição, aviamentos, cores e especificação de tamanho. Para calcular o custo, é importante registrar o fabricante e fornecedor e o preço unitário de cada material.
4 – Depois, é preciso descrever as informações das etiquetas: nome fantasia da peça, marca registrada, forma de tratamento e cuidado de conservação, indicação do tamanho da peça por número ou letra, CNPJ da empresa e seu país de origem.
5 – A ficha técnica também informa quando a peça passa por algum processo de beneficiamento fora da confecção, como estampa, tingimento e lavagem.
6 – Por fim, a grade de tamanho orienta as medidas da peça.

Não deixe de lado as etapas de construção desse documento! Ele é importante para garantir o crescimento e a produção ordenada da sua empresa. Se você ainda não possui um modelo de ficha técnica, faça o download abaixo do exemplo exclusivo criado pela Zanotti.

 BAIXAR MODELO DE FICHA TÉCNICA

Saiba mais:

+ Saiba como é feita a pesquisa de tendências

+ O futuro do varejo de moda

+ Como se reinventar na moda


Deixe um comentário